Bem vindos Ao blogger

Aqui você encontra noticias Da saga Crepusculo Wallpapaer, Musicas,Videos,Noticias sobre os personagens.Qualquer
sugestão, reclamação ou pedido. Entre em contato pelo e-mail girl-thais@hotmail.com.Vou lhe responder o mais breve possível.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Robert Pattinson: ‘Eu estou interpretando a noiva decepcionada!’

E aí, quem quer ler mais entrevista do Robert levanta a mão! \o/
No pique de estréia de Amanhecer, mais e mais reportagens de nosso liindiinho saem, cada uma com mais pérolas e falas engraçadas do que outra, afinal o bom humor é o ponto forte de Robert.
Abaixo, Robert fala à Cine Premiere Magazine como ele vê Edward Cullen (eis então que ele solta a frase que intitula este post), fala sobre cenas dos filmes, sobre os diretores e muito mais. Confiram!




Parecendo pálido mas acordado, Rob pede desculpas: “Eu bebi muito café esta manhã, eu poderia ter vomitado”. Ele está ostentando um novo corte de cabelo: “É para o meu próximo filme. Eu tive que cortá-lo aleatoriamente. Pensei em raspá-lo, mas pensei em cortar somente uma parte e eu gostei tanto que no final eu mantive.” Sempre com um grande sorriso no rosto, e rindo durante a maior parte da entrevista, o superstar compartilha seus pensamentos sobre o final da saga que o catapultou para a fama.

Analisando Edward, você acha que ele é um cara fraco? Às vezes ele é muito passivo, mesmo que por dentro ele sinta essa grande paixão e amor? Ele é romântico demais também? Como você o vê?
Acho que ele é indefeso. Eu sempre achei – e se você prestar muita atenção no personagem você consegue ver isso também – que ele é um cara que foi solitário por tanto tempo que ele fica louco, e é por isso que ele é como ele é. Isso é tudo que eu posso pensar, sempre que penso sobre ele nos três primeiros filmes, e como ele se encontra mais em cada filme. Foi interessante ler o quarto livro, porque eu não concordo com a maioria de suas ações. Eu não gosto da maneira como ele se comportava. Nos livros anteriores, você podia entender as razões por trás de suas ações e até simpatizar com ele, mas eu não estava o entendendo neste filme “Por que você está fazendo isso? Você é um covarde! “Eu realmente não o entendia, e era divertido tentar legitimar essas ações estranhas, e foi uma maneira interessante de fechar a saga para mim. Eu acho que ele se torna mais herói na Parte 2, pela primeira vez, mas é Bella quem o salva o tempo todo, afinal. Mas é interessante como ele é mais impulsivo e egoísta na Parte 1, o que faz ele enlouquecer. E no primeiro filme ele estava sempre orquestrando tudo.



Você pode falar sobre o que acontece na Parte 1 e Parte 2?
É um pouco incomum, porque é quase como se esta história fosse sobre se casar, e eu estivesse interpretando a mulher. Eu sou a mulher obcecada com o casamento, e o cara não quer e ela quer que tudo seja perfeito e tudo acaba sendo uma porcaria, e ela está decepcionada… Eu estou interpretando a noiva decepcionada! É tão estranho, é a mesma coisa; em sua mente ele tem um plano de contingência para cada situação, e ele vai se casar com o amor de sua vida e está tudo planejado. Ela vai se tornar um vampiro depois. Mas então eles têm um bebê e tudo está virado de cabeça para baixo, e ele perde a cabeça. É estranho interpretar essa versão do Edward. Ela é tão confusa e louca, porque nos filmes anteriores ele é sempre controlado e rígido, blá blá, blá, e agora ele não tem nada, e ele fica louco, pois ele perde o controle, ele faz sexo e isso o choca tanto ao ponto em que ele se culpa por tudo, e é maior do que tudo o que aconteceu na saga.

Você observou uma grande quantidade de pessoas casadas? Parece que você já viu muitas noivas desesperadas e noivos relutantes.
Eu conheço os clichês! Eu só estive em um ou dois casamentos em minha vida. Eu fui a muitos funerais, no entanto.

Onde você estava nadando? Eles mostraram um clipe na Comic-Con.
Aquilo foi gravado no Caribe. Eles queriam filmar no Canadá, no meio do inverno. Eu estava tipo, “De jeito nenhum isso vai acontecer!” Foi divertido. Um pouco ridículo ter que fazer isso no oceano e tentar parecer como uma estátua, mas eu tinha que ir longe o suficiente onde era fundo, então havia duas pessoas no fundo segurando uma caixa. Se você olhar atentamente, você pode ver que eu estou tipo nadando. Eu disse a Bill: “Por favor, não use essa tomada, eu pareço uma salsicha inflável!”.

Uma menina na Comic-Con perguntou-lhe sobre seus peitorais, você malhou para isso?
Sim, eu tentei não pensar nisso. Porque no livro o corpo de Edward é descrito como “esculpido”, blá, blá e eu tentei não tirar a minha camisa toda a série, como Taylor fez. Eu pensei que isso transformava os homens em objetos ou o que fosse, e eu disse: “De jeito nenhum! Eu não vou tirar minha camisa e eu não vou malhar!”, Mas depois pensei “Que diabos, é o filme final”.

Você se tornou viciado nisso? Collin Farrel uma vez nos disse que ele substitui todos os seus vícios por exercício.
Não, eu não trocaria meus vícios. Eu malhei até que eu tive que tirar minha camisa, mas no dia seguinte eu parei. Literalmente, eu parei. É muito chato pra mim.

O que Bill Condon trouxe para a franquia? Você teve um diretor diferente para cada filme. Como foi como Bill?
Eu acho que ele entende o humor na história, e quão tola algumas das situações são. Ele não tem medo de chegar perto de algumas coisas, ao contrário de David Slade, que queria que tudo fosse tão sério como um tradicional filme de vampiros, assustador, e eu acho que Chris Weitz já teria procurado algum humor também, mas ele tinha a parte mais deprimente, onde não havia humor nenhum. Só o primeiro 1/3 do filme é leve.

Como foi filmar dois filmes ao mesmo tempo?
Para mim foi fácil porque meu personagem não muda tanto. Para Taylor e Kristen era difícil, porque eles estavam trabalhando com 260 páginas. É difícil saber o que você estaria fazendo no dia seguinte, e tiveram dias onde filmamos cenas para o primeiro filme e cenas do segundo filme, e eram cenas muito diferentes.

Você gostou de ver Kristen recebendo sua maquiagem de vampira finalmente?
Sim! Porque todo esse tempo ela tem usado lentes de contato pretas para Bella, e ela disse que era tão fácil. Mas isso é porque nossos eram pintadas e eles eram super desconfortáveis. Assim que ela as colocou ela estava: “Você não consegue ver nada! Você pensa que está fazendo alguma coisa e seu rosto não está demostrando as emoções!”

Você estava mais cansado na época. Como se compara a produção de filmes onde você é amigo de todo mundo com fazer um novo filme onde você não conhece ninguém? É refrescante?
Sim, às vezes os nervos são a melhor parte de fazer um novo filme, e quanto mais confortável e familiar você está com tudo em um set de filmagem, mais fácil é relaxar, e isso é algo que me preocupava sobre como trabalhar em Twilight. Mas eu estou sempre fazendo uma cena com Kristen e ela nunca vai levar uma cena de maneira leve, mesmo para ela mesma, para seu próprio ego, ela vai tentar sempre fazer o melhor trabalho possível, e isso me mantém alerta. O que acontece quando você está prestes a filmar uma cena com pessoas que você conhece há anos, você começa a falar e você não se importa. Eu acabei de fazer Cosmopolis, e há tantos grandes atores envolvidos, e o meio é tão diferente. Eu nunca estive tão nervoso do que quando eu fiz a primeira tomada, o primeiro ensaio.


Fonte: mrpattinson




Nenhum comentário:

Ѽ Postagens populares Ѽ

Ѽ Seguir por e-mail Ѽ

Ѽ Compre aqui livros e DVD's Ѽ

Ѽ Pesquisar este blog Ѽ

Ѽ Obrigada Pela Visita Ѽ